domingo, 24 de maio de 2009

COMO MANTER PESO?

 

dieta1

 

Você chegou, enfim, ao peso desejado. A fase de manutenção é decisiva para conquistar o prazer de Ter um corpo magro por toda vida.

Como fazer isso?
A manutenção é a quarta fase do processo de emagrecimento. Primeiro vem a fase "abrupta", marcada pela reeducação alimentar e por uma perda de peso mais acentuada. Depois, é a fase da "liberação", na qual começam a ser introduzidos novos alimentos no cardápio que agradem ao seu paladar e façam você se sentir bem com a dieta. Ao atingir a meta, você entra na "manutenção da dieta", que dura em torno de 6 meses.
Aqui, todos os alimentos são liberados e o desafio é conviver com todos eles, mas sem exageros. Em seguida, você chega enfim, à "manutenção do peso", uma fase mais longa que deve durar cerca de 3 anos.
Esse tempo pode depender do seu histórico (tipo de alimentação anterior ao tratamento e dos exercícios que pratica atualmente).
Os especialistas dizem que quem consegue passar pela "manutenção do peso" sem disparar na balança tem tudo para ser magro a vida toda. Entretanto, para vencer esse período com sucesso é preciso que você entenda o que ocorre no seu corpo e na sua cabeça.
Sempre que você faz uma dieta de baixas calorias, você começa a emagrecer e chega à queima de gordura.
Seu organismo (que não sabe o que está acontecendo e quer garantir sua sobrevivência) reage e tenta impedir. Dificultando a perda de peso muito bem. Ao chegar ao objetivo fixado, a ingestão de comida deve ser altamente controlada porque sempre que puder, o organismo vai armazenar os excessos em forma de gordura térmica, prevendo novos tempos de "vacas magras".
Baseado, nessa explicação, percebe-se que a clássica postura do "estou magro (a), agora posso comer de tudo" é retorno certo para a obesidade. Durante o tempo de manutenção, seu corpo tem a oportunidade de reorganizar o sistema de retirada/guarda de energia, sendo esse o passaporte para um físico definitivamente esbelto.

Perdendo peso rapidamente
Outra coisa que acontece é que quanto mais rápido se perde peso, mais rápido se recupera.
Quem controla os ciclos de queima de gordura é o hipotálamo, que fica no cérebro. Se você emagrece muito depressa, ele se sente ameaçado e, assim que tiver oportunidade, tenta recuperar o que foi eliminado (é o mesmo processo da queima de gordura).
Uma perda lenta funciona como uma armadilha para o hipotálamo, que não percebe tanto as mudanças que estão ocorrendo. Além disso, com uma dieta de maior duração, o metabolismo tem tempo para ir se acostumando e se adaptando à nova realidade.
Normalmente, um emagrecimento acelerado está associado a uma dieta rígida, o que também é considerado uma grande perigo.

Cabeça magra em corpo magro
Além da agressão que pode apresentar para o organismo, você tem que considerar os aspectos psicológicos. A cabeça precisa de tempo para acompanhar a nova condição e aprender a conviver com ela. Cabeça magra em corpo magro. Essa é a chave do sucesso, que só se adquire com paciência e determinação.

Jogo psicológico

Por trás da escolha de uma dieta rígida pode estar um complexo jogo psicológico. Veja só:

  • Quem opta por algo drástico (jejuar, alimentar-se só de líquidos por vários dias, comer apenas frutas, etc.) provavelmente, não tem noção clara de que peso em excesso é um problema sério, que deve ser resolvido de forma equilibrada e consciente, respeitando o corpo e suas necessidades;

  • Essa pessoa tende a colocar na dieta a solução dos seus problemas e priva-se de tudo até conseguir o que quer. Não vai à festas para não cair em tentação e recusa convites dos amigos para jantar, sair, etc.

  • Assim que atinge o peso tão sonhado, acha que pode tudo. Afinal, já está magra e sofreu tanto! Além disso, quer se recompensar por todas os sentimentos e sensações reprimidas e relaxa na alimentação;

  • O fim dessa história você sabe: nossa personagem irá voltar a engordar rapidamente, jogando no time dos que dizem que nenhuma dieta funciona.

Medicamentos em dietas
Um outro aspecto que funciona na manutenção do peso é o tipo de tratamento. Aqueles que usam medicamentos, geralmente, fazem com que a pessoa perca os quilos extra, rapidamente. Entretanto, na zona de risco da recuperação rápida do peso.
Vale lembrar que, para as regras, existem as exceções. Alguém que opta por remédios, pode ser capaz de manter o peso, porém, tende a ter mais dificuldades.
É claro que existem casos que exigem medicação. Pessoas com problema de saúde, disfunção hormonal, etc., mas esses casos representam menos de 5% das ocorrências.

Definitivamente magro (a):
Seja qual for o caminho que o levou ao peso certo, quando se chega ao fim, a última coisa que se quer é voltar a engordar.
Confira algumas dicas para você garantir a sua nova forma para sempre:

  1. Aceite de uma vez por todas, que obesidade é um problema crônico, que deve ser cuidado para o resto da vida. Portanto, não descuide jamais de sua alimentação, exercícios e autoconhecimento.

  2. Mantenha a consciência de que se você não se cuidar, pode engordar de novo, a qualquer momento e sem aviso prévio.

  3. Adote certas posturas em relação à alimentação:

    1. Espere a fome para comer;

    2. Coma devagar;

    3. Não faça outras atividades enquanto se alimenta.

  4. Trate cada novo desafio como uma oportunidade de aprendizado.

  5. Anote o que você come para ter controle sobre a quantidade de alimento ingerido.

  6. Tenha uma roupa de referência (um jeans, por exemplo). Quando apertar um pouco, já é hora de tomar providências.

  7. Acostume-se a comer sempre a mesma quantidade de comida, sem ultrapassar as calorias que, normalmente, você gasta.

  8. Na hora do desânimo e da tentação, pense em tudo o que você passou. Projete um "filminho" em sua cabeça com os piores e melhores momentos de todo o processo de emagrecimento. Olhe-se no espelho e se admire, se conheça. E, definitivamente, não jogue tudo fora.

 

O controle permanente de peso envolve uma boa dose de trabalho, mas, ele traz consigo, o prazer de realizações, à medida que você consegue manter a vitória.

 

 

Fonte: http://www.pensemagro.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...