quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Emagrecer com consciência

 

Se o seu problema reside nalguns quilos a mais, e se acha que uma alimentação basicamente vegetariana o pode ajudar, então siga alguns conselhos e tire o melhor partido dos alimentos, com o máximo de saúde.

Uma alimentação rica em fruta, legumes e cereais integrais, e pobre em gorduras e com quantidades suficientes de alimentos proteicos (leite e derivados, carne/peixe/ovos, soja e tofu) é a base para que qualquer dieta tenha como resultado a perda de gordura (e de peso), com todas as vantagens que daí advêm.

A forma como encara a vida, as suas acções e as reacções, são pontos importantes sobre os quais deve meditar, para conseguir modificar hábitos alimentares e estilos de vida menos saudáveis, de forma consistente e duradoura.

1. Eleja o “ser saudável” como principal propósito.

Assim, não só terá um peso mais adequado como também será mais saudável, mais enérgico e terá menos problemas relacionados com o excesso de peso (problemas de ordem física, psíquica e emocional). Tente construir hábitos saudáveis, examine os seus objectivos e descubra os melhores caminhos para os alcançar. Ponha a hipótese de pedir ajuda especializada.

2. Escute o seu organismo, analise os seus sinais e não o sobrecarregue.

Não coma em resposta a um estímulo negativo, como quando está aborrecido, deprimido, stressado ou cansado. Dar um passeio com um amigo (que pode ser você mesmo!) ou fazer outra actividade física será muito mais proveitoso e benéfico do que comer compulsivamente. Dormir ou simplesmente descansar e ouvir uma boa música são também atitudes mais assertivas contra o cansaço e stress.
Não confunda fome com vontade de comer.

3. Faça refeições pouco abundantes, com porções médias ou pequenas, e de forma mais fraccionada.

Passar muitas horas sem comer fará com que coma em excesso quando estiver à mesa. Comece o dia com um bom pequeno-almoço, faça pequenos lanches a cada 3 horas entre as refeições principais e termine o dia com um jantar leve.

4. Centre a sua alimentação em alimentos completos e integrais.

Os cereais integrais digerem-se lentamente o que lhe dará uma sensação de saciedade durante mais tempo. Evite o pão branco, o arroz e massas brancas pois alimentam menos e têm menos fibras.

Consuma abundantemente legumes de folha verde e vegetais coloridos, variando o mais possível. Estes são alimentos com poucas calorias mas com muitos nutrientes plásticos (vitaminas, minerais e fibra). Substitua pratos de carne por tofu, soja e seus derivados, seitan, etc. Não inclua com frequência na sua alimentação bolos e outros produtos muito açucarados: normalmente contribuem com muitas calorias, mesmo em pequenas quantidade.

5. Faça do exercício físico uma prioridade na sua vida.

Se não pode frequentar um ginásio com regularidade, pode alterar alguns estilos de vida diários: evite andar de carro sempre que for possível, saia para dar um passeio depois do almoço ou no fim do trabalho...enfim, mexa-se o mais que puder.

6. Esqueça a balança.

O peso flutua normalmente desde a manhã até ao fim do dia, e de um dia para o outro. Aumentar de peso não significa que tenha mais gordura, pode ter havido um aumento de massa muscular já que aumentou a sua actividade física.
O melhor é sentir no seu corpo, nas suas formas e na rigidez/aparência dos seus músculos, e verificar pela roupa habitual que ela vai ficando cada vez mais folgada. O seu propósito deve ir mais além de um simples número na balança.

7. Seja realista e pense nos seus objectivos a longo prazo.

Não queira ficar com um peso muito inferior ao que tem, especialmente em pouco tempo. Não pode emagrecer 5 quilos num dia, se levou meses a ganhá-los. Tenha paciência.

 

Fonte: http://www.florbelamendes.net

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...