quarta-feira, 30 de junho de 2010

Você quer emagrecer e não sabe por onde começar?

abalanca

Confira algumas técnicas que podem dar uma força e mãos à obra!

 

1. Faça um diário alimentar. Você vai aprender a se conhecer melhor e a administrar sua alimentação.

2. Maximize a percepção da alimentação evitando a alimentação automática. Dê mais atenção ao que está comendo e tenha mais prazer.

3. Identifique os desencadeadores ("gatilhos") da alimentação. Sempre é bom saber onde mora o perigo!

4. Não faça nada diferente enquanto come (ver tv ou ler jornal, por exemplo). Atenção é tudo, caso contrário você come sem se dar conta e exagera!

5. Alimente-se em local adequado, sentado - não coma em pé ou andando. Coma como se deve, você merece!

6. Pouse os talheres entre as garfadas e mastigue devagar os alimentos. Respire pausadamente....esse é o segredo para comer devagar!

7. Faça uma lista para as compras e não vá ao supermercado com fome. A fome é uma péssima conselheira!

8. Mantenha alimentos saudáveis à vista e alimentos problemáticos fora da visão e do alcance. Por motivos óbvios!

9. Prepare-se com antecedência para eventos especiais e situações que podem colocar seu emagrecimento em risco. Saber administrar é tudo!

10.  Tenha prazer em cada escolha, saboreie deliciosamente, e não fique pensando na próxima porção que será servida. Caso contrário você vai desperdiçar bons momentos e ficar sempre insatisfeito.

Por fim, se você tiver vontade de comer um chocolate, um doce ou de tomar um sorvete...escolha sempre o melhor. Faça disso um evento, escolha o mais gostoso, não desperdice calorias comendo o que não vale à pena! E bom apetite!

 

Fonte: Site Emex – Nutrição Orientada

segunda-feira, 28 de junho de 2010

A poderosa dieta do morango

morangos1

Conheça os principais benefícios do morango, que, além de delicioso, ajuda a emagrecer, perder a barriga e reduzir o inchaço do corpo.

 

Chegou uma das temporadas mais irresistíveis do ano: a época de morango! E o mais incrível é que esta fruta deliciosa pode ser uma aliada e tanto na perda de peso.

Isso acontece porque ela tem antioxidantes, que combatem a obesidade, e fibras, que saciam a fome. Além disso, o morango cuida da sua saúde: "Ele é um alimento funcional, pois contém substâncias que deixam o organismo mais saudável", diz a a nutricionista Roseli Ueno Ninomiya.

Com a ajuda dela, vamos te mostrar todos os benefícios desta poderosa fruta e indicar um cardápio que fará você secar até 3 kg em 15 dias. Mas antes de começar, atente-se a alguns cuidados necessários...

Cuidados essenciais

Escolha
Opte por morangos mais macios, com tonalidade vermelha brilhante e folhas mais verdes. "Evite comprar frutas expostas ao sol, que estão amassadas ou têm folhas escurecidas", ensina Roseli Ueno Ninomiya.

Higiene
Lave-os em água corrente pouco antes de servir, pois o morango estraga rápido.

Conservação
Deixe-os na geladeira. Assim, você aumenta o tempo de vida (de até três dias).

Contraindicação
Alérgicos a ácido salicílico devem evitar o consumo, pois a fruta contém uma substância que se assemelha à aspirina. Alérgicas a ácido oxálico também não devem consumi-la.

 

8 propriedades do morango

morango1 Confira os principais benefícios que o consumo de morango proporciona ao organismo

1. Tira a fome

Graças às muitas fibras, o morango ajuda a aumentar a sensação de saciedade, impedindo que você coma mais do que deveria durante as refeições. E a boa notícia é que esta fruta não engorda nada: uma xícara média (100 g), com dez unidades, contém apenas 45 calorias.

2. Controla o colesterol

O morango possui muitas fibras, e "quanto mais fibras um alimento tem, maior é sua capacidade de absorver o colesterol do sangue e eliminá-lo pelas fezes", diz a nutricionista Roseli. Segundo a California Strawberry Commission (Comissão de Morangos da Califórnia), oito unidades médias têm 3 g de fibras, o que faz da delícia uma ótima fonte da substância.

3. Evita rugas

Por causa dos antioxidantes que possui, a fruta previne o envelhecimento precoce ao combater os radicais livres - substâncias produzidas pelo organismo e que têm a capacidade de antecipar o aparecimento das rugas indesejáveis.

4. Reduz o inchaço

A fruta tem essa propriedade graças às suas altas taxas de potássio. Funciona assim: o potássio equilibra o nível de sódio, mineral que retém líquido. Ao fazer isso, tira o inchaço do corpo.

5. Combate a gordura

A vitamina C é um antioxidante que previne a obesidade e auxilia na formação de colágeno, dando firmeza à pele. Uma xícara (100 g) de morangos tem 140 mg da vitamina. Trata-se, portanto, de uma taxa maior que a recomendação diária, de 75 mg. "Como pode haver perda da vitamina, é bom ter a taxa alta para garantir", diz Roseli.

6. Diminui a barriga

Rico em pectina e em outras fibras que se misturam ao alimento digerido, o morango regula o intestino. E isso diminui o tamanho da barriga, pois você não retém o que deve ser eliminado.

7. Previne o câncer

Isso acontece porque o morango contém ácido elágico, "substância que trabalha para impedir a formação de tumores no aparelho digestivo", de acordo com Roseli.

8. Regula o organismo

O médico americano Leo Galland estuda a relação da fruta com a perda de peso. Segundo ele, o morango aumenta a produção do hormônio leptina, que estimula o metabolismo e diminui o apetite. A fruta ainda melhora o funcionamento de outros hormônios que trabalham no emagrecimento, reduzem a velocidade de digestão de alguns alimentos e controlam os níveis de açúcar no sangue.

 

Sugestão de cardápio

Conheça algumas indicações de refeições propostas pela nutricionista Uena Ninomiya e veja como é possível perder até 3 kg em 15 dias

suco-morango-cafe-da-manha A nutricionista Roseli Ueno Ninomiya montou um cardápio de sete dias, com 1.000 calorias, que você deve repetir. Ele desintoxica seu corpo e contém a quantidade diária ideal de morango, "pois o consumo em excesso pode provocar intolerância devido aos agrotóxicos", diz a especialista.

Primeiro dia

Café da manhã
1 copo de suco de morango + 1 colher (sobremesa) de requeijão + 2 fatias de pão de forma integral light.
Lanche da manhã
1 iogurte light.
Almoço
Salada de alface e tomate + 2 colheres (sopa) de arroz integral OU de batatas assadas em rodelas + 1/2 concha de feijão + 1 bife grelhado.
Lanche da tarde
1 maçã.
Jantar
1 prato de sopa de legumes + 1 filé de frango.

Segundo dia

Café da manhã
1 fatia de melancia + 1 tigela com 2 colheres (sopa) de mingau de aveia e 1/2 copo de leite desnatado.
Lanche da manhã
10 morangos.
Almoço
2 colheres (sopa) de arroz + 1/2 concha de feijão + 1 ovo mexido com cheiro-verde + 1 fatia de queijo branco picado + Salada de agrião com cenoura ralada.
Lanche da tarde
1 pera.
Jantar
Salada tropical com folhas verdes, tomate e morango + 1 fatia de peito de frango grelhado.

 

Terceiro dia

Café da manhã
1 copo de vitamina de banana feita com leite desnatado + 1 fatia de queijo mozarela + 1/2 pão francês OU 1 fatia de pão de forma integral + 1/2 tomate em rodelas.
Lanche da manhã
1 copo de suco feito com: 6 morangos, 1 laranja pera, 2 laranjas-lima, 1 copo de água (bata tudo no liquidificador).
Almoço
Salada de alface e pepino + 1/2 prato de macarrão ao molho de tomate e atum.
Lanche da tarde
1 copo de iogurte light.
Jantar
1 prato de canja de galinha + Salada de alface e pepino.

 

Quarto dia

morangos2Café da manhã
1 copo de iogurte light + 1 fatia de pão de fôrma integral + 1 colher (sobremesa) de requeijão.
Lanche da manhã
1 copo de suco com: 8 morangos, 1 rodela de gengibre e 1 copo de água (bata tudo no liquidificador).
Almoço
2 colheres (sopa) de purê de batata + Salada de brócolis e tomate + 1 sobrecoxa de frango assada.
Lanche da tarde
1 laranja.
Jantar
2 fatias de pão de fôrma integral + 2 fatias de peito de peru + 1 fatia de mozarela + 1 tomate + alface.

Quinto dia

Café da manhã
1 copo de suco com: 1/2 mamão papaia, 4 morangos, 1 colher (sopa) de aveia,1 copo de leite desnatado (bata tudo no liquidificador).
Lanche da manhã
1 maçã pequena.
Almoço
1/2 prato de macarrão com molho de tomate + Salada de alface com cenoura ralada + 1 sobrecoxa de frango assada.
Lanche da tarde
1 banana.
Jantar
Salada de escarola com tomate e pepino + 1 bife magro grelhado.

Sexto dia

Morangos Café da manhã
1 copo de iogurte light + 3 colheres (sopa) de granola + 1 banana.
Lanche da manhã
1 barra de cereal sem chocolate.
Almoço
2 fatias de peito de peru + 1 fatia de queijo branco cortado em cubos + Salada de alface em tiras com morango.
Lanche da tarde
Vitamina com: 6 morangos e 1 copo de iogurte desnatado (bata tudo no liquidificador).
Jantar
1 fatia de carne assada + Salada de folhas verdes e tomate.

Sétimo dia

Café da manhã
1 copo de suco com: 1/4 de mamão papaia, 6 morangos, 1 colher (sopa) de aveia e 2 laranjas-lima (bata tudo no liquidificador).
Lanche da manhã
1 banana.
Almoço
Sanduíche com: 2 fatias de pão integral, 2 colheres (sopa) de atum, alface, tomate, cenoura ralada e 1 colher (sobremesa) de requeijão ou ricota.
Lanche da tarde
1 iogurte.
Jantar
Salada de alface, escarola e agrião + 1 fatia de pizza de mozarela.

*O resultado da dieta varia de pessoa para pessoa

Fonte: por Belisa Rotondi

Conteúdo do site VIVA!MAIS

 

morangosm.jpg

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Culinária Light - Cupcake de chocolate

 

cupcake-de-chocolate-

1 porção = 1 unidade (25g)
Número de porções = 30 unidades

Valor nutricional e calórico por porção


Calorias: 79kcal
Carboidratos: 9,09g
Proteínas: 1,32g
Lipídios: 4,04g
 
 
Ingredientes
Massa:

60g de margarina light
1 ovo
100g de chocolate meio amargo picado
1/2 xícara de chá de leite desnatado
1 xícara de chá de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
2 colheres de sopa de cacau em pó
30g de uvas passa
Cobertura para decoração:


150g de chocolate meio amargo
1/2 lata de creme de leite light
Cacau em pó para povilhar

Modo de preparo
Massa:
Bata a margarina com o ovo. Alterne o leite com a farinha de trigo e bata mais um pouco. Retire e misture o fermento em pó, o chocolate picado e as uvas passa. Coloque a massa em forminhas de empada untadas e polvilhadas com farinha de trigo e leve para assar em forno médio por cerca de 30 minutos. Desenforme.
Cobertura para decoração:
Derreta o chocolate meio amargo em banho-maria, depois de derretido acrescente o creme de leite e misture bem.
Decoração:

Coloque a ganache (cobertura) em uma bisnaga. Em cada cupcake, coloque uma pitanga da ganache e polvilhe com o cacau em pó. Sirva.

 

Bom apetite1

Ansiedade é uma das grandes vilãs da compulsão alimentar

A melhor maneira de espantar a ansiedade e a busca constante pela comida é a prática de outras atividades que dêem prazer e ajudem.

Uma discussão no trabalho, problemas escolares com os filhos, estar acima do peso esperado ou até um pequeno acidente de trânsito deixam muitos extremamente irritados e estressados. Mas situações de estresse ou de ansiedade podem ser grandes vilãs na vida das mulheres, afinal muitas delas tentam compensar esta sensação desagradável atacando a geladeira, chegando inclusive à compulsão.

A ansiedade é velha conhecida de muitas mulheres, seja por pequenos períodos ou uma constante, não há quem já não tenha convivido com ela. É uma emoção subjetiva, geralmente acompanhada pela sensação desagradável de incerteza, seja sobre o futuro ou uma situação de perigo, que muitas vezes é inexistente ou pouco significativa. Quando a mulher corre para a geladeira tem a impressão que o alimento oferece um alívio a esta sensação, porém os resultados são a curtíssimo prazo, e em seguida se vê forçada a recorrer ao alimento novamente.
"Esta é uma situação comum e que pode ter resultados desastrosos", afirma a médica ginecologista geriátrica e sexóloga Ângela Carvalho. Ela explica que esta constante busca por alívio nos alimentos pode levar ao aumento de peso, e com isso a retenção de líquidos e acúmulo das famosas gordurinhas localizadas, e este aumento das medidas vem geralmente acompanhado de baixa auto-estima e em casos extremos a depressão. "Muitas mulheres quando se vêem acima do peso, costumam se afastar das atividades sociais e de uma série de atividades que eram prazerosas para elas. Com isso há um aumento da ansiedade e em pouco tempo a comida passa ser uma das únicas fontes de prazer, que pode levar até a compulsão e a obesidade", afirma a médica.

É importante que a mulher saiba diferenciar uma leve crise de ansiedade ou a vontade de atacar a geladeira num determinado dia, de um comportamento compulsivo. A compulsão não escolhe hora nem lugar e é uma constante na vida, e geralmente é o primeiro passo para os distúrbios alimentares, como a bulimia.

Segundo a médica o ideal para espantar a ansiedade e a busca constante pela comida é a prática de outras atividades que dêem prazer e ajudem a combater a ansiedade. Pode começar a praticar uma atividade física, como uma caminhada no parque ou uma corrida pelas ruas próximas, que além de gastar energia, libera serotonina, substância responsável pela sensação de prazer e bem estar. Boas noites de sono e métodos de relaxamento podem auxiliar a diminuir o estresse, "É importante que as mulheres descubram outras atividades que as deixe feliz, pode ser um passeio com as amigas, ou uma tarde no parque com os filhos", afirma Ângela.

Já os casos que apresentam compulsão a médica recomenda o acompanhamento psicoterapêutico e de nutricionistas, "Nestes casos mais graves a disfunção não é somente alimentar, mas também psicológica, e precisa de acompanhamento médico adequado. É preciso que a pessoa se sinta bem consigo mesma, e que trabalhe sua imagem perante ela e os outros, e só então conseguirá tratar os desvios alimentares", finaliza a médica.

 

Fonte: Site da revista “Corpo a Corpo”.

Culinária Light – Feijoada vegetariana

 

feijoada-vegetariana

1 porção = 2 conchas (365g)
número de porções = 8

Valor nutricional e calórico por porção

calorias = 285 kcal
carboidratos = 47,49 g
proteínas = 17,62 g
lipídios = 4,02g g

 

Ingredientes


- 1/2 kg de feijão preto
- 6 xícaras (chá) de água
- 1 xícara (chá) de nabo cru em cubos grandes
- 1 folha de louro
- 4 dentes de alho
- temperos verdes a gosto (cebolinha, salsinha)
- 1 xícara (chá) de cebola picada
- 1 berinjela média sem sementes, cortada em cubos
- 1 xícara (chá) de tomate sem pele picado
- 1 colher (sopa) de azeite de oliva
- 1 xícara (chá) de chuchu em cubos
- 1 xícara (chá) de tofu em cubos
- sal a gosto
- pimenta a gosto

Modo de Preparo


Coloque numa panela o feijão, a cebola, a folha de louro, o alho amassado e a água. Leve-os ao fogo até ficarem quase cozidos. Acrescente os demais ingredientes, menos o tofu e a salsinha que serão colocados por último. Deixe-os cozinhar por mais tempo. Quando estiverem totalmente cozidos, acrescente o cheiro-verde, o tofu, os temperos verdes e o azeite.

 

Bom apetite

Mantenha a forma no inverno

 

Estamos no começo do inverno e as temperaturas já começam a diminuir em várias partes do país. Junto com o frio vem o fondue, chocolate quente, queijos, o consumo de bebidas alcoólicas, a preguiça e aqueles quilinhos extras indesejáveis.

Nessa matéria você vai ver que é possível manter a forma no inverno sem precisar se privar completamente de todas as delícias que essa estação oferece.

Nessa estação é muito comum as pessoas substituírem o jantar por sopas, que além de alimentar, ainda esquentam. Para que o seu jantar seja equilibrado e pouco calórico, prefira sopas preparadas com verduras, legumes, carnes sem gordura ou frango sem pele, e pouca quantidade de alimentos fonte de carboidratos, como arroz, batata e macarrão.

Os cremes, também muito consumidos, geralmente são preparados com creme de leite, queijos amarelos, bacon, e dessa forma se tornam bem mais calóricos. Mas se consumidos esporadicamente e em quantidade moderada não irão comprometer a sua boa forma.

O tão delicioso e consumido chocolate quente preparado com leite integral, chocolate ao leite, creme de leite e conhaque pode ser substituído por uma versão menos calórica. Prepare-o com leite desnatado, achocolatado em pó diet, pouca quantidade de creme de leite light e dispense o conhaque. Para dar um gostinho a mais, você pode também adicionar um pedaço de canela em pau.

Os fondues de chocolate e queijo também podem ganhar uma versão mais "light". Substitua o creme de leite normal pelo light, utilize queijos brancos ao invés de queijos amarelos, aumente a proporção de chocolate amargo em relação ao chocolate ao leite.

As massas também costumam ser grandes vilãs no inverno. No lugar de molhos como quatro queijos e branco, opte por molhos ao sugo ou com ervas, que são bem menos calóricos que os molhos brancos ou a base de queijos amarelos.

Os recheios de algumas massas também influenciam no valor calórico. Em vez de recheios como requeijão cremoso, presunto e queijo amarelo, prefira as massas recheadas com ricota, peito de peru e espinafre.

O consumo de bebidas alcoólicas costuma aumentar nesta época, pois para muitas pessoas o álcool ajuda a “esquentar”. Mas para que você se mantenha aquecido e não ingira calorias a mais, os chás são ótimas pedidas. Mas se você não resistir, o vinho tinto é a escolha mais saudável, pois contém propriedades antioxidantes que fazem bem à saúde.

Além de tornar alguns pratos menos calóricos, outras atitudes também colaboram para manutenção da forma e do peso durante o inverno.

Fracionar as refeições é muito importante. Fazendo de 5 a 6 refeições por dia você não ficará muito tempo sem se alimentar, e evitará que extrapole nas principais refeições. Além disso, comer várias vezes ao dia auxilia no emagrecimento, pois quanto mais o seu organismo trabalha para digerir os alimentos, mais calorias ele "queima"

Não deixe de praticar atividades físicas. Mesmo com o frio e a preguiça, a prática de exercício físico é essencial para a sua saúde e bem-estar em todas as estações do ano. Além de também colaborar para a manutenção do seu peso.

Fazer escolhas saudáveis, tornar algumas receitas típicas do inverno menos calóricas e praticar atividade física regularmente são algumas atitudes para curtir o inverno sem comprometer a boa forma.

 

Fonte: Site “Cyber Diet” – Por Camila Rebouças de Castro
Nutricionista - CRN-3 14.112

 

italian24

terça-feira, 22 de junho de 2010

Não deixe de malhar no frio

nao-deixe-de-malhar-no-frio

Quem não gosta de ficar embaixo das cobertas e dormir um pouco mais quando o frio aparece? A preguiça ataca muitas pessoas no inverno. Mas não é só ela.
A gula é outra inimiga, bem mais perigosa nesta época do ano, já que o apetite prefere as guloseimas mais calóricas, em relação ao verão.

Você sabe que se não estiver eliminando as calorias extras, irá adquirir uns quilinhos a mais, não é? Por isso fique esperta para que elas não prejudiquem a regularidade nos exercícios e o seu programa alimentar. Pense que você pode por tudo a perder em poucos dias. Bastam 10 dias para que você comece a perder massa muscular (chegando a sentir uma leve flacidez) e 15 dias para que a sua capacidade aeróbia comece a diminuir.

Além disso, fazer exercícios físicos regularmente, traz muitos benefícios como o bem estar causado pela liberação de endorfina (nos exercícios aeróbios), a regularização do sono, o fortalecimento muscular e todo o trabalho conseguido com os exercícios de alongamento, que corrigem a má postura, evitando dores no corpo.

É por todos estes motivos, que você não pode deixar de praticar atividades físicas no inverno ou mesmo nas suas férias. Continue indo a academia, fazendo exercícios em casa ou adapte as atividades, mudando os exercícios (se necessário) de acordo com o lugar ou equipamentos que estiverem disponíveis. Se você estiver em férias, improvise.

Fonte: Site "Cyber Diet" - Por: Valéria Alvin Igayara de Souza CREF 7075/ GSP - Especialista em treinamento.

Obesidade entre brasileiras aumenta 22% em quatro anos

obesidade A falta de hábitos saudáveis – dieta equilibrada e exercícios físicos regulares – tem aumentado o número de pessoas com peso acima do ideal no País.

Quase metade da população brasileira tem excesso de peso (46,6%). O que mais preocupa é que os índices que mais crescem são os da obesidade. As mulheres são as mais afetadas.

A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2009, divulgada nesta segunda-feira (21/6) pelo Ministério da Saúde, revela que a obesidade atinge 13,9% da população. A maior concentração de obesos está na população feminina: 14%.

A maior prevalência de mulheres obesas está na faixa etária de 55 a 64 anos (21,3%), mas, em um ano, a faixa etária em que a obesidade se tornou mais presente é a mais jovem, de 18 a 24 anos. Em 2008, 3,5% das jovens com essas idades estavam obesas. Em 2009, o número quase dobrou.
O índice sobe a cada ano. Em 2006, quando o levantamento começou a ser feito, o percentual de mulheres com obesidade era de 11,5%. O crescimento em quatro anos foi de 22%. De modo geral, 42,3% das brasileiras têm peso acima do ideal. Entre os homens, 51% estão acima do peso e 13,7% obesos.

Para a coordenadora de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, os resultados apresentam um cenário preocupante. “Os números são uma estimativa muito próxima da realidade do País. Há uma ascensão do aumento do sobrepeso em todo o mundo desde a década de 70, mas o crescimento nesses quatro anos é muito significativo”, afirma.

Amélio Fernando de Godoy Matos, endocrinologista e membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), afirma que os resultados não surpreendem, mas preocupam. “Essa é uma tendência secular no Brasil. Vivemos uma transição nutricional, em que o aumento do poder aquisitivo da população muda os hábitos”, diz.

Hábitos nada saudáveis
Amélio explica que as pessoas passaram a comprar mais produtos que tendem a aumentar o sedentarismo, como televisões e carros. Além disso, aumentam o consumo de alimentos doces e industrializados. “É preciso entender que o fenômeno nutricional não é puramente alimentar. É sociocultural. Apesar de terem maior poder aquisitivo, as pessoas não são educadas a ponto de saberem prevenir o problema da obesidade”, ressalta o endocrinologista.
Os dados do Vigitel, segundo Deborah Malta, mostram que as causas genéticas da obesidade não representam a maioria dos casos de sobrepeso. “Apenas 14,7% dos entrevistados admitiram praticar exercícios físicos em níveis adequados”, comenta. As conseqüências impactam o atendimento no SUS. De acordo com a pesquisa, 24,4% da população foi diagnosticada com hipertensão arterial e 5,8% com diabetes.
Na avaliação do representante da Abeso, os casos de diabetes no País podem estar subestimados pela pesquisa. “Pelos estudos feitos nos últimos anos, imagino que esse índice é de 10%. O estudo é baseado em autodeclaração e muita gente não compreende a doença”, diz.

Nas capitais
O estudo, realizado com 54 mil adultos em todas as capitais por meio de entrevistas por telefone, mostra que houve mudanças nas capitais que mais têm mulheres obesas. Em 2008, Macapá liderava a lista. Agora, é Campo Grande.

Obesidade entre mulheres brasileiras

Os especialistas garantem que, para combater o fenômeno da obesidade, diferentes ações terão de ser realizadas simultaneamente. O investimento em programas de estímulo à prática de atividades físicas não funcionará sem ações educativas nas escolas, por exemplo. “A educação para saúde é essencial. Esse é um problema sério mundial”, afirma Deborah.
Amélio concorda que a educação é fundamental. “Informar não é educar. As campanhas são importantes, mas é preciso uma política de governo de educação intensa”, comenta.

 

Fonte: Site DELAS.

Pesquisa aponta que quase metade dos brasileiros tem excesso de peso

Índice de adultos obesos chega a 13,9%. Ministério da Saúde investe na promoção de saúde e atividade física

O índice de sobrepeso e obesidade da população brasileira avançou nos últimos quatro anos. Levantamento mais recente do Ministério da Saúde aponta que, de 2006 a 2009, a proporção de pessoas com excesso de peso subiu de 42,7% para 46,6%. O percentual de obesos cresceu de 11,4% para 13,9% no mesmo período. Os dados fazem parte da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), que entrevistou 54 mil adultos.

A Vigitel 2009 aponta que 51% dos homens e 42,3% das mulheres têm excesso de peso. A ocorrência do problema está relacionada a fatores genéticos, mas há uma influência significativa do sedentarismo e de padrões alimentares inadequados no decorrer da vida. Entre os homens, a situação é mais comum a partir dos 35 anos, mas chega a 59,6% de 55-64. Na população feminina, o índice mais que dobra na faixa etária dos 45 aos 54 anos (52,9%) em relação a 18-24 anos (24,9%).

Já a prevalência da obesidade entre homens quase triplica do grupo etário de 18 a 24 anos (7,7%) para 55 a 64 anos (19,9%). Quando se levam em consideração só as mulheres, o índice aumenta mais de três vezes na comparação das duas faixas etárias: de 6,2% para 21,3%.

A coordenadora de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, analisa que o expressivo crescimento no número de pessoas com sobrepeso e obesas, em um curto período, é uma tendência mundial. “O Brasil não está isolado nessas estimativas. É mais um reflexo da queda no consumo de alimentos saudáveis e a substituição deles por produtos industrializados e refeições pré-prontas”, comenta.

AÇÕES DE PREVENÇÃO – Além do excesso de peso, uma alimentação pouco balanceada aliada ao sedentarismo pode contribuir com o aparecimento de doenças crônicas. De acordo com a Vigitel 2009, 24,4% da população brasileira foi diagnosticada com hipertensão arterial e 5,8% afirma sofrer de diabetes. O consumo excessivo de sal e gordura é apontado como fator de risco para a pressão alta, enquanto a incidência de diabetes pode estar relacionada à ingestão de grande quantidade de açúcar, massas e alimentos calóricos.

Para reduzir o número de obesos, hipertensos e diabéticos, o Ministério da Saúde busca prevenir os problemas que começam na mesa e nos hábitos do brasileiro. As equipes da Estratégia Saúde da Família, que alcançam cerca de 100 milhões de pessoas, orientam as famílias a ter padrões alimentares saudáveis. Desde 2006, a Política Nacional de Promoção da Saúde estimula a realização de atividades físicas em 1,5 mil municípios.

Somente no período de 2006 a 2009, foram repassados R$ 122,4 milhões a todas essas cidades que integram a Rede Nacional de Promoção da Saúde com essa finalidade. Em 2010, serão outros cerca de 50 milhões para a sustentabilidade da Rede de Promoção.

“Nós repassamos recursos regularmente para as Secretarias Municipais oferecerem exercícios físicos para a comunidade. O dinheiro também é usado para capacitar os profissionais de saúde a orientar as atividades corporais e lúdicas”, explica Deborah Malta, do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde também lançou em 2006 o Guia Alimentar para a População Brasileira. Trata-se da primeira vez que foi lançada uma orientação oficial para gestores, profissionais de saúde e população sobre alimentação saudável. Ainda, nutricionistas foram inseridos no apoio às equipes de saúde da família, com a criação do Núcleo de Apoio ao Saúde da Família (Nasf). Atualmente 1.132 unidades do Nasf estão habilitadas em todo o país. Além disso, por meio do Saúde na Escola, leva orientação à estudantes.

Fonte: Agência Saúde

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Tipo de gordura do leite integral protege o coração e ajuda a emagrecer!

 

leite_p Um tipo de gordura presente no leite de vacas alimentadas com pasto pode diminuir o risco de infartos, segundo pesquisa publicada no "American Journal of Clinical Nutrition".

A versão integral do leite contém uma gordura insaturada, chamada ácido linoléico conjugado (CLA, na sigla em inglês) que, além de proteger o coração, ajuda a emagrecer.

Os pesquisadores da Harvard School of Public Health, em Boston (EUA), analisaram dados de 4.000 pessoas. Os 5% com maior concentração de CLA no corpo tiveram 36% menos risco de infarto do que os com menor concentração.

A líder do estudo, Hannia Campos, diz que esse benefício pode compensar os danos causados pela gordura saturada presente no leite integral.

Como nos EUA a maior parte das vacas é criada em confinamento e não no pasto, os pesquisadores coletaram dados na Costa Rica, onde a regra ainda é a criação extensiva.

Eles identificaram 2.000 costa-riquenhos que tiveram infartos não fatais e outros 2.000 que não tiveram e mediram a quantidade de CLA em seus tecidos gordurosos.

Quando isolado das outras gorduras, o CLA diminuiu em até 49% o risco de infarto.

"Leite integral e laticínios em geral ficaram com uma reputação muito ruim nos últimos anos, por causa da gordura saturada e do colesterol, e agora descobrimos que o CLA pode ser ótimo para a saúde", disse Michelle MacGuire, da American Society for Nutrition, que publicou o estudo. "O leite integral não é o vilão."

 

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Culinária Light - Berinjela Recheada

 

1 porção = 340g
número de porções = 6

Valor nutricional e calórico por porção:

calorias = 140 kcal
carboidratos = 19.7 g
proteínas = 8.0 g
lipídios = 5.2 g

 

Ingredientes


- 3 berinjelas cortadas ao meio
- 3 tomates picados sem pele e sem sementes
- 1 cebola picada
- 1 pimentão picado
- 300 g de carne moída magra
- sal e pimenta a gosto
- 2 colheres (sopa) de azeite

Modo de Preparo


Aqueça o azeite e refogue a cebola, os tomates e o pimentão. Acrescente a carne moída e deixe cozinhar. Corte as berinjelas ao meio e cozinhe na água com sal por 2 minutos. Retire uma parte do centro das berinjelas cozidas, formando uma cavidade razoável em cada uma. Misture esta parte do centro à carne refogada. Recheie as berinjelas com essa mistura, coloque-as numa assadeira e leve ao forno por 5 minutos.

 

Bom apetite1

Festas Juninas: Aproveite sem sair da dieta!

 

Barraca_comidas510

O mês de junho está aí e além da esperada Copa do Mundo, começam também as comemorações aos dias de Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho).

 


Junto com as homenagens aos santos, vem também as festas juninas e suas guloseimas deliciosas, na maioria das vezes bastante calóricas. A boa notícia é que dá para aproveitar a festa sem descuidar da dieta e da saúde.

Pé de moleque, maçã do amor, cocada, pinhão, vinho quente, quentão, milho verde, canjica, arroz doce, paçoca, pamonha. As opções são inúmeras e fugir dessas tentações é missão quase impossível, então o jeito é não exagerar na quantidade.

Alimentos como milho, abóbora, arroz, amendoim, sozinhos não oferecem riscos a sua dieta, o problema é que na maioria das vezes eles estão acompanhados de açúcar, creme de leite, manteiga, leite de coco, coco, leite condensado.

Abaixo, veja uma tabela com as calorias de algumas preparações típicas nas Festas Juninas:

Tabela calorias festa junina

Como a maioria das festas acontece a noite, o ideal é que substitua o seu jantar por uma das preparações salgadas, o caldo verde e o churrasquinho no pão são ótimas opções.

Para a sobremesa, escolha somente uma das opções, de preferência a menos calórica e modere na quantidade.

Com equilíbrio e moderação é possível aproveitar a festa e todas as suas delícias, sem sair da linha e ganhar alguns quilinhos!

 

Fonte: Site “Cyber Diet” - Por Camila Rebouças de Castro
Nutricionista - CRN-3 14.112

O segredo da dieta

 

Deixar de comer determinados alimentos é uma das grandes dificuldades quando é preciso perder peso. Nós, nutricionistas, aconselhamos que os alimentos sejam substituídos por outros menos calóricos, sem que se perca o prazer nas refeições. A substituição é uma grande aliada, já que cortar alimentos radicalmente da dieta só nos faz comê-los em maior quantidade quando não deixamos de resistir.

A água é essencial, mas sentimos necessidade de líquidos com sabor. Chás quentes variados de frutas, de ervas e de flores, com adoçante, hidratam e ajudam a esquentar a temperatura do corpo nos dias frios. Mas, lembre-se, a água, hidrata e melhora as funções digestivas. Procure beber no mínimo oito copos por dia, mas evite tomar líquido junto com as refeições.

O pão é um alimento também muito difícil de retirar do cardápio. Por isso, a dica é substituir o croissant com manteiga, que tem 305 Kcal, por queijo quente com pão integral e queijo branco (162 Kcal). Substitua também o misto de presunto e queijo prato (310 Kcal) por misto de peito de peru e queijo branco (95 Kcal).

O chocolate quente tradicional com açúcar, que tem 210 Kcal, deve ser substituído por chocolate quente feito a partir de leite desnatado e chocolate em pó light, que tem apenas 95 Kcal. Já os queijos amarelos, como gorgonzola (30 g tem 19 Kcal) podem dar a vez para os queijos brancos (30 g de queijo minas tem 63 Kcal).

Nas grandes refeições, ao invés de escolher lasanha de presunto e queijo (1 porção tem 315 Kcal), escolha uma lasanha de vegetais (1 porção – 145 Kcal). Já quanto ao molho, evite os brancos à base de creme de leite (1 colher de sopa – 47 Kcal) e consuma os simples de tomate (1 colher de sopa – 15 Kcal).

Outras dicas são:

Diminuia a quantidade de gordura na preparação dos pratos. Cada colher de sopa de óleo tem 90 Kcal. Substitua por ervas como salsicha, cebolinha, orégano, açafrão, tomilho e manjericão. Elas quase não têm calorias e realçam o sabor dos pratos.

Uma porção média de batata frita como acompanhamento de pratos tem 274 Kcal. Substitua por uma porção de batata ao forno gratinada (150 Kcal).

Seguindo essas e outras dicas, o programa de perda de peso pode até ser prazeroso.

 

Fonte: Site "Bem Leve" - Por Luana Stoduto, nutricionista*
luana@bemleve.com.br
*Luana Stoduto é nutricionista, formada pela Unigranrio e especialista em Administração de Serviços de Alimentação pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

italian5

terça-feira, 1 de junho de 2010

Culinária Light - Arroz com Frutos do Mar

 

Arroz com Frutos do Mar

1 porção = 45 g (1 colher de servir cheia)
número de porções = 40

Valor nutricional e calórico
por porção

calorias = 75 kcal
carboidratos = 11.1 g
proteínas = 3.3 g
lipídios = 2 g

Ingredientes

- 2 xícaras (chá) de arroz
- 3 colheres (sopa) de margarina light
- 1 cebola picada
- 2 dentes de alho amassados
- 4 tomates picados
- 200 g de camarões
- 200 g de mariscos
- 200 g de lulas cortadas em anéis
- 150 g de uvas passas brancas
- 60 g de nozes
- 2 colheres (sopa) de salsão picado
- 4 xícaras (chá) de água fervente

Modo de Preparo

Em uma panela, derreta a margarina light e refogue o alho, a cebola e os tomates. Junte as lulas, camarões e mariscos. Mexa por 5 minutos e coloque o arroz, as uvas passas e a água quente. Deixe cozinhar e acrescente as nozes e o salsão.

 

 

Bom apetite1

Revista Dieta Já – Abril/2010

 

dieta

 

Com dicas valiosas sobre emagrecimento saudável, Dieta Já é uma publicação destinada a mulheres que desejam mudar seus hábitos e emagrecer defi nitivamente. Dieta, fi tness, nutrição, saúde e beleza são o foco da publicação que ensina a leitora a lidar com os desafi os para a perda de peso de maneira simples e natural.

* Revista Incompleta

Estilo: Beleza & Saúde
Idioma: Português
Tamanho: 5 Mb
Formato: Rar

Megaupload  Easy-ShareRapidShare

 

  Fonte:  http://www.degracaemaisgostoso.org/

Revista Shape – Abril 2010

forma

Fique em Forma
Mundo Fitness
Diário do Emagrecimento

* Revista Incompleta

Estilo: Beleza & Saúde
Idioma: Português
Tamanho: 7.5 Mb
Formato: Zip

Megaupload Depositfiles Easy-Share

 

Fonte: http://www.degracaemaisgostoso.org

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...