quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Fracione suas refeições

Quanto mais se fraciona o total de calorias ingerido por dia, melhor se processará a digestão, maior será o aproveitamento dos nutrientes.
Quanto mais se fraciona o total de calorias ingerido por dia, melhor se processará a digestão, maior será o aproveitamento dos nutrientes e melhor será também a destinação calórica, estimulando o metabolismo a se auto-ativar. As chances de haver acúmulo de gordura no tecido adiposo são mais remotas.

Em vez de fazer as 03 costumeiras refeições ao dia, um fracionamento maior delas (05 ou mais ao dia), com menor quantidade de alimentos ingeridos por refeição é um hábito alimentar mais saudável, tanto para controle de peso como para um melhor funcionamento do organismo como um todo. Este mecanismo de fracionamento promove aceleração de metabolismo, evitando uma sobrecarga de energia com consequente depósito de gordura. Quando se pula uma refeição ou se passa mais de 05 horas entre elas, se instalam mecanismos prejudiciais de mobilização de massa muscular a qual será consumida antes das gorduras.

Quando se adota o hábito de fazer poucas refeições ao dia, ocorre uma lentificação gradual do metabolismo, como medida de autodefesa para poupar energia. Assim, em cada refeição espaçada que se faça, a quantidade de energia absorvida é muito maior do que a que é gasta, ainda mais quando o indivíduo é sedentário e tem uma alimentação desequilibrada, com exageros de consumo de gorduras, açúcar e álcool. Em resumo, pular refeições só faz com que na próxima o indivíduo venha a compensar, ingerindo um excesso calórico quando o metabolismo se encontra mais lento.

Este tipo de regime alimentar faz até perder algum peso nos primeiros dias, dando afalsa impressão de que é realmente eficaz. No entanto, após a segunda semana, o ajuste metabólico do organismo entra em ação como mecanismo compensatório, havendo diminuição do metabolismo basal. A partir daí, o peso se estabiliza novamente,tornando-se muito difícil emagrecer mesmo com privações alimentares. Dr. José Luiz Aziz.



Fonte: http://www.sitemedico.com.br

Um comentário:

  1. MInha digestão não é lá essas coisas... esntão evito comer uma porção grande!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...