segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

10 motivos que podem prejudicar o seu emagrecimento

 

776158_diet

10 motivos que podem prejudicar o seu emagrecimento. Anote e fique bem longe deles, é claro!
Por TaigaCazarine

1. Estresse
Estudos mostram que o estresse pode alterar o metabolismo e reduzir a queima de gordura. Como? O cortisol é um hormônio produzido em reações de estresse, ou seja, é liberado a partir de alimentação rica em gordura saturada ou trans, sódio, adoçantes, jejum prolongado (ficar horas sem comer alguma coisa), ansiedade, nervosismo, medicamentos, alcoolismo, dentre outros fatores. Em excesso, ele provoca retenção de líquido e acúmulo de gordura, especialmente na região abdominal. “Sendo assim, procure se livrar de fatores que lhe causem estresse, evite períodos prolongados de jejum e durma bem, pois, durante o sono, o cortisol permanece em níveis baixos”, fala a nutricionista esportiva e clínica, Andrea Zaccaro de Barros, de São Paulo.

2. Falta de padrão alimentar
Fazer refeições de maneira equilibrada, com intervalos constantes (3 a 4 horas) e em horários regulares, faz com que o ritmo metabólico se mantenha contínuo em nosso corpo. “O metabolismo fica ativo e proporciona uma efetiva queima de gordura, que acontece 24 horas por dia e auxilia na manutenção ou na perda de peso”, informa Andrea. Comece com o café da manhã e, depois de 3 horas, faça outra refeição pequena como uma fruta ou iogurte, pois logo terá o almoço e faça assim por todo o resto do dia. Apesar de muitas pessoas acharem que o carboidrato é o nutriente que engorda, ele é fundamental para a queima da gordura! Então, não o deixe de lado, mas sempre em pequenas porções e de preferência integrais, como o arroz integral, cereais matinais e pães ricos em fibras.

3. Exercícios fortes
A prática de exercícios é ideal para quem quer perder peso, porém se estiver forçando muito, pode causar o aumento da fome para a recuperação do músculo nos dias posteriores. Portanto, cuidado! Exercitar-se é bom, mas em excesso, é prejudicial.

4. Intestino preso
Para evitar a constipação e seu efeito de barriga dilatada, você precisa ingerir as fibras que estão presentes nas frutas, legumes, verduras, cereais integrais e em alguns produtos industrializados. Além de ajudar no funcionamento do intestino, elas eliminam algumas toxinas, evitam a total absorção das gorduras e saciam. Só vale ressaltar que as fibras necessitam de bastante água para ter esse efeito. Por isso, deixe sua garrafinha sempre por perto.

5. Falta de água
Um estudo realizado nos Estados Unidos observou que consumir água entre as refeições e 2 horas antes de realizá-las pode ajudar a emagrecer, provavelmente devido à liberação do hormônio relacionado ao controle de apetite.

6. Exagerar nos alimentos “saudáveis”
A linhaça é uma ótima opção para ajudar no funcionamento do intestino, redução de colesterol e peso. Porém, como qualquer outro alimento, se consumida em excesso, pode fornecer uma quantidade excedente de calorias. Isso também acontece com as frutas, que são ótimas fontes de fibras, mas contêm frutose, que quando ingerida em excesso em uma única refeição, como na sobremesa, pode favorecer o acúmulo de gordura.

7. Consumir apenas alimentos light e diet
O consumo destes tipos de alimentos, diet ou light, com o objetivo de diminuir a ingestão calórica deve ser revisto. Para ser considerado diet, a fórmula tem que substituir totalmente um dos ingredientes tradicionais de sua composição, como a gordura, o açúcar e o glúten. Mas nem sempre o alimento diet apresenta menos calorias, por isso a importância de avaliar as informações nutricionais. Já os produtos light devem apresentar uma diminuição mínima de 25% de nutrientes ou calorias. Portanto, ler os rótulos dos produtos e compará-los com o alimento convencional será a melhor forma de verificar se eles atendem às suas necessidades.

8. Distração durante as refeições
Quando fazemos uma refeição ou até mesmo um pequeno lanche, é importante que seja em local apropriado, com calma e sem muita distração. Caso contrário, comemos mais rápido e em maior quantidade, muitas vezes sem nem mesmo perceber. Dê tempo para seu estômago sinalizar ao cérebro que você está se alimentando, para assim, proporcionar saciedade. Mas não exagere muito no tempo de permanência à mesa após a refeição, nem mesmo deixe os recipientes sobre ela, pois eles podem fazer você repetir.

9. Recipientes grandes
Pelos pratos estarem cada dia maiores (aumento de 25% nos últimos 30 anos) e os copos mais largos, as pessoa acabam consumindo maior quantidade de alimentos e bebidas sem se darem conta. Procure utilizar recipientes menores, na maioria das ocasiões, e deixe os maiores para alimentos leves, como as saladas.

10. Cozinha bagunçada
Em uma cozinha desorganizada, fica fácil deparar-se com um pacote de biscoito já aberto que você devora em poucos minutos. Uma arrumada, com os alimentos devidamente guardados, evita esses beliscos fora de hora.

 

Fonte: http://revistashape.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...