terça-feira, 31 de julho de 2012

As 4 frutas que eliminam gordura

pera-banana-laranja

A pera está nesse time. E a laranja -- quem diria -- também. Como assim? Ela não está cheia de calorias? E o que dizer da gordurosa amêndoa -- sim, ela é outra que elimina quilos extras. Nós vamos esclarecer direitinho essa história

Pera

Ela tem seu mérito e não só a popular maçã - na hora de enxugar os quilos extras. Pesquisa do Instituto de Medicina Social da Universidade do Rio Janeiro -- e publicada no o Journal of Nutrition, uma das mais respeitadas revistas americanas sobre nutrição -- mostrou que as mulheres que comeram três peras por dia durante 12 semanas consumiram menos calorias e perderam mais peso do que as que não ingeriram nenhuma fruta. O estudo foi feito com 411 voluntárias entre 30 e 50 anos. A pera tem a grande vantagem de ser bem fibrosa. Concentra, em média, 3 gramas de fibras totais por 100 gramas - quase o dobro da maçã, que fornece 1,6 grama, afirma a nutricionista Tânia Rodrigues, diretora da RGNutri Consultoria Nutricional, de São Paulo. Além disso, o consumo de uma unidade representa 12% da necessidade diária de fibras, que é de aproximadamente 25 gramas por dia. Ela também é grande fonte de fibras insolúveis, que estão relacionadas à prevenção de prisão de ventre e de doenças como diverticulite e câncer de cólon, completa Tânia.

Grapefruit e suas irmãs

Quer uma razão para reverenciar essa fruta? Ingerir metade de uma grapefruit ou tomar seu suco antes de cada refeição pode ajudar na perda de até meio quilo por semana, mesmo que você não mude absolutamente nada na sua dieta. Foi essa a conclusão a que chegaram os pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, uma rede de serviços de saúde sem fins lucrativos e que investe pesado em estudos. Eles acompanharam 100 obesos por 12 semanas. Passado esse período, descobriram que componentes da fruta ajudam a regular a produção de insulina, um hormônio que está intimamente ligado ao estoque de gordura. Níveis baixos de insulina também contribuem para afastar o apetite por mais tempo quando os índices estão elevados, o hormônio estimula o hipotálamo, região do cérebro que, entre outras funções, regula a fome. Se anda difícil encontrar grapefruit na sua cidade, aposte em duas outras variedades: a laranja-pêra e a laranja-bahia. A sugestão é de Vanderlí Marchiori, nutricionista e fitoterapeuta, de São Paulo. Elas contêm os mesmos compostos e atuam da mesma forma no emagrecimento, garante.

Banana verde

Verdade. Nesse estágio, ela faz a balança se render graças a um amido resistente que ainda marca presença no macarrão integral, no feijão branco, na lentilha, na cevada e no pão com grãos integrais, que têm alto poder de saciedade. Esse efeito ficou mais do que comprovado em uma pesquisa americana realizada pela Universidade do Estado de Louisiana e publicada no Journal of Obesity. De acordo com o estudo, esse amido estimula hormônios que fazem o organismo se sentir satisfeito e sinalizam que é hora de parar de comer. O amido resistente também promove um aumento do peristaltismo intestinal, que pode diminuir a absorção de nutrientes e, consequentemente, de calorias, afirma a nutricionista Luci Uzelin, coordenadora de nutrição do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Outro dado: um pequeno estudo da Universidade do Colorado revelou que a queima de gordura foi 23% maior entre os pacientes que incluíram alimentos ricos nesse amido. Dá para comer banana verde? Sim. Você encontra receitas ótimas na internet ou no livro Yes, nós temos Bananas (editora Senac), de Heloísa de Freitas Valle, uma das pioneiras no uso da fruta verde como ingrediente principal de vários pratos.

Amêndoas

Esta também é de cair o queixo: um farto punhado de amêndoas, cheia de gorduras -- benéficas, diga-se -- é capaz de reduzir o peso. E não só ele: a barriga também! Isso é o que mostra um estudo realizado no City of Hope National Medical Center in Duarte, Califórnia, nos Estados Unidos, e publicado no International Journal of Obesity. Em seis meses, os pacientes que adotaram diariamente 84 gramas da fruta oleaginosa (cerca de 70 unidades!) reduziram 18% do peso e 14% da medida na cintura. O colesterol ruim (LDL) também diminuiu 15% e os triglicérides, 29%. O grupo que se deliciou com as amêndoas perdeu também 56% a mais de gordura corporal em comparação com a turma que ingeriu o mesmo número de calorias na forma de carboidratos complexos, que estão nos cereais integrais, no arroz, nos pães, nas massas e nas batatas. Além das fibras, que afastam a fome por mais tempo, a amêndoa contém ômega-3, gordura do bem que ajuda a estimular os hormônios da saciedade, afirma a médica ortomolecular Heloísa Rocha, do Rio de Janeiro. Também é riquíssima em vitamina E, que regula os hormônios sexuais tanto no homem como na mulher. Nele, a amêndoa  facilita a formação de massa magra. E, quanto mais massa magra, maior a queima de gordura. Nela, o mesmíssimo amido resistente evita o estoque das células gordurosas. Ou seja, o peso despenca.

 

FONTE: Por CARLA CONTE - http://saude.abril.com.br/

 

859130r3kr3td5pj

Corte 100 calorias

best-foods-for-weight-loss

Grandes renúncias à mesa, não. Pequenas reduções calóricas, sim. Essa é a receita que leva à tão sonhada perda de peso. Agora, se você ingerir 100 calorias a mais diariamente, vai ganhar de 4 a 5 quilos em um ano. Péssimo, não é? Então, trate de seguir as recomendações da nutricionista Vanessa Franzen Leite, da Clínica Emagrecimento, Beleza e Saúde, em Porto Alegre

 

1. Antes de almoçar, coma uma fruta. Uma pesquisa da Pennsylvania State University, nos Estados Unidos, revelou que quem opta por uma maçã 15 minutos antes de uma refeição chega a economizar até 187 calorias.

2. Escolha uma sopa de vegetais como entrada. Pesquisadores comprovaram que essa medida reduz o valor calórico do prato seguinte em até 130 calorias. Não valem sopas e caldos ricos em sódio, batata, creme de leite e queijo.

3. Petisque algo doce e leve. Adora um sorvete com calda? Prefira uma taça pequena de salada de frutas (oito colheres de sopa bem rasas) com uma bola de sorvete light sem açúcar. Você poupa até 240 calorias.

4. Uma fatia fina (40 g) de um bolo simples de cenoura, fubá e até mesmo chocolate, sem recheio ou cobertura, representa 257 a menos, na comparação com o mesmo pedaço do doce com ingredientes "pecaminosos", como caldas e afins.

5. Tire o miolo do pão francês e elimine 40 calorias.

6. Resista ao morango com chantilly. Fique com uma taça com seis unidades acompanhadas de um creme mais leve, como um pote de iogurte de baunilha light. Você diminui as calorias de 390 para 150. Feita a conta, são 240 a menos.

7. Experimente uma falsa musse para adoçar o paladar. Bata no liquidificador um copo de iogurte desnatado com a mesma quantidade de gelatina diet pronta. Você reduz 210 calorias - a musse verdadeira tem, em média, 300, enquanto a falsa, só 90.

8. Na hora da pizza, opte por uma fatia de rúcula com tomate seco (262 cal) em vez da de quatro queijos (374 cal). Você poupa 112 cal e ainda ingere mais fibras, o que dá maior saciedade.

9. Deixe de lado a dupla café com pão de queijo à tarde. Tire o açúcar da bebida e troque o mineirinho por uma fatia de pão integral light com outra, bem fina, de queijo branco na chapa (sem manteiga). A economia é de 60 calorias.

10. Esqueça o elevador e vá de escada. Cada minuto de subida gasta em média 14 calorias. Ou seja, cinco minutos de exercício fazem sumir 70 delas.

11. Fique atento na padaria. O tradicional pão na chapa (com manteiga) contém 209 calorias. Substitua o francês por uma fatia do integral light com requeijão idem (70 calorias). A economia é de 139 calorias. Além disso, essa escolha dá muito mais saciedade.

12. Vá de desnatados. Troque um copo de leite integral pela versão sem gordura -- são 135 calorias contra 70. Economia de 65 calorias.

13. Beba uma vitamina light em vez de um chocolate frio (leite desnatado com duas colheres de sopa de achocolatado normal), que soma 170 calorias. Prefira bater o leite com quatro morangos. A versão vitaminada soma 110, você economiza 60 e, de quebra, ingere mais nutrientes e fibras.

14. Levante-se da cadeira. Ao atender o telefone, por exemplo, prefira ficar de pé e ande um pouco. Ficar sentado queima 100 calorias. De pé, são 140 a menos. Logo, se por dia você conseguir ficar o equivalente a uma hora em pé, eliminará 40 calorias a mais.

15. Enxugue a gordura da pizza, do pastel ou da fritura. Literalmente. Basta usar um guardanapo ou papel toalha e pronto: você reduz de uma colher de chá a uma de sopa de gordura. A poupança é de 40 a 90 calorias.

16. Coma chocolate. Mas, em vez do Sufflair (50 g/271 calorias), opte por 1 bombom tipo Alpino (70 cal) ou Sonho de Valsa (113 cal). Também é vantajoso substituir uma barra (30 g) com 164 calorias, em média, por uma taça de pudim de chocolate diet ou light sem açúcar. São 114 calorias a menos.

17. Diga sim aos picolés de frutas. Os de limão (55 cal) e uva (62 cal) são bem magrinhos. Já os sorvetes cremosos, ao contrário, levam seu plano por água abaixo. Cada bola tem aproximadamente 40 calorias a mais.

18. Tenha uma vida mais ativa e dê uma volta no quarteirão antes de ir para o trabalho ou voltar para casa. Um pequeno passeio de 10 minutos no bairro pode queimar 50 calorias.

19. Fique com as balinhas do bem. Porque, quando a gente se dá conta, já comeu um monte delas. Para ter uma idéia, uma bala de caramelo ou chocolate contém 40 calorias. Já as light sem açúcar somam apenas 15. Ao ingerir quatro desses regalos mais leves, você economiza 100 calorias. Afinal, eles contam 60, contra 160 presentes na mesma quantidade da versão açucarada.

20. Emagreça seu lanche. Iogurte light é uma boa pedida - ele é nutritivo e só pesa 100 calorias, em média. Porém, optar pelo iogurte light com suco (cerca de 32 calorias) significa uma boa economia de 68!

21. Aposente de vez os refrigerantes comuns. Um copo contém 78 calorias. Já o diet/zero, umazinha só.

22. Fique esperto quando o assunto é bebida alcoólica. Uma dose pequena de vodca (usada na caipirinha, por exemplo) ou whisky contém 240 calorias. Já uma taça de espumante ou uma de vinho apresenta 120. Resultado: 120 a menos.

23. Adoce, mas com adoçante: uma colher (sopa) de açúcar contém 96 e uma de açúcar mascavo, 93. Já a mesma quantidade de adoçante não passa de uma mísera caloria. No mínimo, você reduz 90 das benditas.

24. Fuja da fritura -- prefira nuggets ou hambúrgueres preparados no forno. Você economiza muitas calorias, uma vez que as frituras podem tripicá-las.

25. Troque o clássico copo (200 ml) de suco de laranja, que contém aproximadamente 90 calorias, por uma laranjada - suco da fruta misturada com água filtrada. Você economizará pelo menos metade das calorias sem grandes perdas nutricionais.

 

FONTE: http://saude.abril.com.br/

 

2849986tqf78yueyh

terça-feira, 24 de julho de 2012

Emagreça com saúde e continue magro

vamos-emagrecer

Dietas que prometem emagrecimento relâmpago trazem problemas para a sua saúde. Para ser bem sucedido, mude hábitos ruins e vá com calma!

Para emagrecer com saúde e continuar magro (a), não acredite em magia. As dietas que levam a um emagrecimento muito rápido são ineficazes a longo prazo e trazem muitos riscos a quem as escolhe. São eles:

    • Perda de massa muscular, de água, sódio e potássio, com riscos para o coração, fígado, rins e aparelho gastrointestinal
    • Doenças cardíacas, taquicardia, queda na pressão arterial;
    • Dores musculares, abdominais e cãibras;
    • Diarréia e anemia;
    • Queda ou enfraquecimento do cabelo e pele seca;
    • Alterações dos ciclos menstruais;
    • Oscilações de humor, perda de auto-estima, ansiedade e depressão;
    • Nos piores casos, até bulimia ou anorexia nervosa.

Portanto, fuja das dietas que prometem milagres! Veja aqui os principais problemas das dietas da moda.

A dieta de emagrecimento ideal é:

    • Prescrita por profissionais.
    • Pobre em calorias, mas sem ficar abaixo de 1.200 kcal/dia para as mulheres e 1.500 kcal/dia para os homens.
    • A base de alimentos pouco calóricos, mas rico em nutrientes - como frutas, legumes e cereais integrais.
    • Pobre em gorduras (sobretudo de origem animal) e sem álcool.
    • Variada (senão a pessoa enjoa) e equilibrada (com todas as classes de alimentos, dividida em 5 ou 6 pequenas refeições ao dia)

Emagreça com saúde

    • Dietas exigem disciplina e tempo. Não prometa nada além da perda de um quilo por semana.
    • Prefira as versões integrais, mas não elimine carboidratos como pão, arroz, massas e leguminosas. Na falta deles, o organismo recorre às proteínas para gerar energia, o que cria substâncias tóxicas.
    • Troque as carnes gordas por aves e peixe. Coma peixe 2 a 3 vezes por semana. Coma muitos vegetais e, na sobremesa, vá de frutas.
    • Beba de 1,5 a 2 litros de água por dia. Evite o açúcar e as bebidas alcoólicas.
    • Faça exercícios físicos. Se você não tiver tempo, ande mais a pé e use escadas em vez de elevador.

Os problemas das dietas da moda.

* Dieta da sopa (ou qualquer dieta a base de um único alimento): é desequilibrada nutricionalmente.

* Dieta das proteínas (ou qualquer dieta baseada em apenas um grupo de alimentos ou ainda que corte grupos, como os carboidratos): faz perder água e músculo, em vez de gordura. Além disso, um excesso de proteínas pode sobrecarregar o fígado e os rins. Nas dietas que cortam drasticamente carboidratos, o organismo recorre à compostos que não sejam açúcar, como as proteínas, para fabricar o açúcar, formando substâncias prejudiciais.

* Dieta das vitaminas (ou qualquer dieta que propõe suplementos de vitaminas ou minerais) só deve ser prescrita por um profissional. Os suplementos só devem ser tomados por quem possui déficit de vitaminas e sais minerais, constatado por um médico ou nutricionista. O excesso de vitamina C pode formar cálculos nos rins, já o excesso de vitamina B6 pode provocar intoxicações neurológicas. Veja mais sobre o excesso de vitaminas na PRO TESTE nº 69, mai/08.

* Dieta da lua (ou que propõe qualquer tipo de jejum, ainda que parcial) pode provocar anemias e destruição muscular. Eliminar uma refeição em cada duas faz engordar porque a sensação de fome aumenta e a pessoa tem a tendência de compensar a falta de alimentos na refeição seguinte.

* Dieta do chá (ou a base de infusões, comprimidos, ampolas e xaropes para o emagrecimento à base de extratos de plantas) não elimina gordura do corpo. A aparente perda de peso resulta do aumento da eliminação de urina ou fezes (devido às substâncias laxantes e diuréticas presentes) e da queima de músculos em vez de gordura.

 

Fonte: http://www.proteste.org.br

segunda-feira, 23 de julho de 2012

NÃO PULE REFEIÇÃO

Sempre se ouviu falar que o ideal é comer a cada 3 horas, mas com a correria do dia a dia este conselho nem sempre é seguido. Veja aqui dicas que vão tornar possível o fracionamento das suas refeições.

  • O fracionamento está associado a níveis reduzidos de colesterol e açúcar do sangue;
  • Evita que haja exagero nas refeições principais, como almoço e jantar;
  • Mantém o metabolismo funcionando praticamente o dia inteiro e isso permite que haja gasto energético de forma constante já que para digerir alimentos também gastamos energia (Observação: mas não vale exagerar em nenhuma refeição!);
  • Diminui a perda de massa muscular, pois se há redução de açúcar no sangue, devido a um longo período sem se alimentar, o cérebro alerta, através de uma leve dor de cabeça, e a partir inicia-se um processo de quebra muscular para transformá-los em açúcar, pois o cérebro precisa de açúcar para funcionar.

O ideal é fazer de 5 à 6 refeições diárias como: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

Este planejamento depende da rotina de cada um e pode variar de acordo com o horário que a pessoa acorda até a hora que vai dormir.

Para iniciar um fracionamento de forma adequada e organizada, observe estas dicas:

  • Faça a matemática de comer de 3 em 3 horas. Não se desespere se este intervalo não ocorrer exatamente a cada 3 horas, é apenas uma boa referência para a sua organização diária;
  • Planeje-se! Poder ter as opções para fazer principalmente as refeições menores (como os lanches da manhã e da tarde) depende de um bom planejamento que pode começar um dia antes;
  • Tenha sempre à disposição frutas dos mais variados tipos para que possa ingerir os mais variados nutrientes. Compre frutas mais verdes às mais maduras para tê-las a semana inteira;
  • Além das frutas, os iogurtes, sucos, bebidas de soja, biscoitos sem recheios, castanhas, frutas secas e barras de cereais são algumas opções práticas para os lanches e ceia.

FONTE:  http://www.camil.com.br

Tempero caseiro: use ervas naturais

ervas

Tempero caseiro: use ervas naturais

Produtos não têm sódio ou aditivos como os industrializados e servem como tempero caseiro para carnes, vegetais e até churrasco.

As especiarias e ervas aromáticas naturais substituem com muitas vantagens os temperos industrializados, que trazem sódio e aditivos desnecessários como o glutamato monossódico.

Quando falamos de especiarias e ervas aromáticas, devemos levar em consideração o poder dos aromas.

Não existem regras rígidas sobre a utilização destes temperos. Na prática, não misturar aromas muito fortes (como o louro e a pimenta), mas nada impede que se misture um aroma forte com um ou vários aromas suaves.

Que erva tempera melhor qual prato?

A cada tipo de prato ou alimento correspondem determinadas ervas aromáticas e especiarias. Veja abaixo algumas sugestões:

Alimento Erva aromática/Especiaria
Queijo Cebolinha, alho, manjericão, manjerona, orégano, salsa, sálvia, tomilho.
Fruta Anis, canela, coentro, cravo-da-índia, gengibre, hortelã
Verduras Cebolinha, estragão, manjericão, manjerona, hortelã, salsa, pimenta, tomilho.
Ovos Alho, salsa, pimenta.
Peixe Coentro, estragão, alho, salsa, tomilho.
Carne bovina Louro, cebolinha, cravo-da-índia, cominho, alho, pimenta, alecrim, manjerona.
Carne de porco Coentro, cominho, alho, gengibre, pimenta, sálvia, tomilho.
Aves Alho, orégano, alecrim, sálvia.

 ALECRIM

Benefícios

  • Diurético
  • Digestiva
  • Estimulante
  • Reguladora da pressão arterial e de colesterol
  • Protetora hepática
  • Antiinflamatória,
  • Antimicrobiana
  • Antisséptica
  • Cicatrizante

Onde usar

  • Pratos salgados assados e cozidos
  • Vitela de porcos
  • Carnes
  • Frango
  • Peixes
  • Molhos
  • Sopas
  • Legumes
  • Pães
  • Azeites

 MANJERICÃO

Benefícios

  • Diurético
  • Broncodilatador
  • Antisséptico
  • Antiespasmódico 
    Utilizada em doenças das vias respiratórias e problemas digestivos.

Onde usar

  • Molhos
  • Carnes

 COENTRO

Benefícios:

  • Digestivo
  • Calmante
  • Moderador de apetite

Onde usar

  • Moquecas de peixe
  • Camarão
  • Frutos-do-mar
  • Molhos com limão

HORTELÃ

Benefícios

  • Digestivo
  • Estimulante
  • Antiespasmódico
  • Expectorante
  • Antisséptico
  • Analgésico

Onde usar

  • Cozinha árabe
  • Sopas de abóboras
  • Carneiro assado
  • Porco
  • Molhos
  • Geléias
  • Chá
  • Assados
  • Grelhados

 LOURO

Benefícios

  • Estimulante de apetite
  • Digestivo
  • Adstringente
  • Antiinflamatório

Onde usar

  • Peixes
  • Sopas
  • Legumes
  • Lombo assado
  • Feijão

ORÉGANO

Benefícios

  • Digestivo
  • Estimulante das funções gástricas
  • Antiespasmódico,
  • Sedativo
  • Diurético
  • Expectorante

Onde usar

  • Pizzas
  • Todas as preparações à parmeggiana
  • Saladas acompanhadas por tomates

FONTE: http://www.proteste.org.br

domingo, 22 de julho de 2012

Alimentos que ajudam a queimar calorias

images

por Thais Cavalheiro | foto Mari Queiroz

Conteúdo de BOA FORMA

Aipo, brócolis, repolho, salsinha
Possuem alto teor de fibras, o que ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue, aumentando e prolongando a sensação de saciedade.

Pimenta, mostarda e páprica
A capsaicina, substância presente na pimenta, eleva a temperatura do corpo, disparando o metabolismo em 8% nas horas que se seguem ao seu consumo.

Pera e morango
A primeira contém pectina, fibra solúvel que se liga a moléculas de gordura de outros alimentos, reduzindo, com isso, a sua absorção. Assim como o morango, a pera apresenta baixa concentração de carboidrato, contribuindo para estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Pimenta-do-reino preta
Fornece piperina, composto que estimula o sistema nervoso e acelera o metabolismo.

Proteínas magras
Esses alimentos tendem a ser um pouco mais calóricos. Porém, durante o processo digestivo, há consumo de um terço de suas calorias. Resultado: metabolismo acelerado.

Chá verde e chá branco
A cafeína e os polifenois, chamados de catequinas, aumentam a termogênese (gasto de energia).

Óleo de coco
Seus ácidos graxos de cadeia média inibem o acúmulo de gordura. De novo, é o metabolismo que ganha ritmo de corrida.

 

2081166qmwwivarb1

Combine nutrientes com harmonia

saladaartigo

Consumir determinados alimentos juntos em uma refeição pode melhorar sua saúde.

Uma refeição completa fornece vários nutrientes importantes. E durante a passagem da comida pelo trato digestivo, há interações entre os nutrientes, que podem ser positivas ou não. Esse processo é mais frequente durante a absorção, quando os nutrientes se misturam no intestino. Nas boas interações, o nutriente favorece a absorção intestinal, transporte, utilização e armazenamento da outra substância. Já na interação negativa, o corpo absorve menos do que faria se esses nutrientes fossem consumidos separadamente.

Veja exemplos de como aproveitar o máximo de cada alimento em prol de sua saúde:

  • A vitamina C (laranja) aumenta a absorção do ferro não-heme (vegetais em geral, leguminosas e cereais). Essa combinação só não vale para o ferro heme (encontrado nas carnes), que já é bem assimilado pelo organismo.
  • A vitamina A (cenoura) se une ao ferro na digestão e impede que ele se una a outras substâncias prejudiciais à sua digestão.
  • Graças ao efeito efeito antioxidante da vitamina E (cereais) sobre a gordura (azeite), a vitamina A é melhor absorvida pelo organismo.
  • A vitamina D, obtida através da luz solar, contribui para a absorção de cálcio nos intestinos,  diminuindo sua eliminação pelos rins.
  • As gorduras permitem à vitamina K (brócolis) incorporar-se melhor ao organismo e também favorecem a absorção do licopeno (tomate). Uma dica é acrescentar azeite ao molho de tomate da macarronada e temperar a salada com azeite.
O que não combina
  • A ingestão simultânea de cálcio e ferro não-heme pode inibir a absorção do ferro. As fontes de cálcio (leite e seus derivados) ou os suplementos do mineral devem ser consumidos fora das refeições principais, já que elas são as mais ricas em ferro.
  • - O excesso de zinco leva ao aumento da síntese de uma proteína que tem afinidade em se ligar com o cobre, impedindo sua absorção. Frutos do mar são fontes desses dois nutrientes.

Fonte: http://www.proteste.org.br/

sábado, 21 de julho de 2012

Dez motivos para ter um mini-trampolim em casa

 

cama-elástica

Pular na cama elástica emagrece, diverte e tonifica o corpo

Nas academias, as aulas de power jump ou jump fit, com exercícios realizados sobre um mini-trampolim, são uma febre. Divertida e dinâmica, a modalidade melhora o condicionamento físico, ajuda a emagrecer, tonifica os músculos e ainda proporciona maior equilíbrio e coordenação motora. Quer mais um motivo para se render à atividade? Dá para você treinar na sua própria casa.

Tudo bem que para isso você vai ter que comprar uma cama elástica. O preço varia de acordo com a marca, mas com 150 reais já dá para levar uma. E, tem muita loja que ainda facilita a compra do aparelho a partir do pagamento parcelado. O MinhaVida conversou com o professor de ginástica Marcelo Jaime Vieira, da academia Bio Ritmo, de São Paulo, para provar que o investimento vale a pena em nome da saúde, da boa forma e do lazer. Confira abaixo nove bons motivos para apostar no pula-pula de adulto.

1. Dá pique de sobra para realizar as tarefas ao longo do dia
Por ser um exercício aeróbio, vai aumentar o seu condicionamento físico e melhorar o funcionamento do seu sistema cardiorrespiratório. "Mas antes de começar a saltar sobre a lona na sala de casa ou no quarto, consulte um médico para saber se está tudo em ordem com sua saúde para realizar exercícios", explica Marcelo.

2. Elimina gordurinhas
Uma aula de 30 minutos pode queimar de 200 a 400 calorias, dependendo da intensidade da atividade sobre a cama elástica. Considere os seguintes níveis de intensidade: caminhada (leve); corrida com pequena fase aérea (média); corrida com elevação de joelho (moderada-alta) esprint, que é a corrida bastante acelerada (alta).

3. A atividade é divertida e dinâmica
As séries de exercícios podem ser bastante variadas. Coloque uma  música para servir de estímulo. Uma série que dá resultados e leva cerca de 40 segundos é : 8 corridas, 8 polichinelos, 8 exercícios laterais e 8 elevações de joelho (veja como executar os movimentos logo abaixo). "Quem tem bom condicionamento, pode repetir a série por quatro vezes, sem intervalos, e intercalar com uma caminhada de um minuto para recuperar o fôlego. Mas se você era sedentário, faça uma série completa e intercale com uma caminhada de 30 segundos", diz o professor da Bio Ritmo.

4. A modalidade é a campeã para combater a celulite
Os saltinhos na cama elástica favorecem a flexão dos músculos dos membros inferiores e faz com que se pressione levemente os gânglios linfáticos da região, proporcionando uma espécie de drenagem linfática, que ativa a circulação e facilita o processo de eliminação das toxinas do organismo.

5. Não ocupa espaço
O acessório tem, em média, uma largura de 92 centímetros e profundidade de 20 centímetros. E ainda há versões dobráveis. Portanto, você pode guardá-lo facilmente em qualquer lugar da casa ou até mesmo escondê-lo embaixo da cama.

6. Deixa o corpo durinho
Os movimentos ajudam a tonificar, principalmente, membros inferiores (coxas, panturilhas, o bumbum e os músculos da região do quadril).

7. As crianças adoram
Seu objetivo é treinar, mas se você tem filhos, sobrinhos, primos ou volta e meia se vê na função de babá do filho dos amigos, a cama elástica é uma ótima atração para os pequenos se esbaldarem.

8. Afasta lesões
Os exercícios fortalecem a região de musculatura flexora do quadril, que é fundamental para proteger os joelhos e tornozelos. De acordo com um estudo da Universidade de Oklahoma (EUA), a lona elástica absorve 87% dos impactos. O fortalecimento muscular da área do quadril contribui diretamente para uma melhor estabilidade do corpo.

9. Deixa a barriga durinha
Por causa do equilíbrio que ficar em cima da cama elástica demanda, fortalece a musculatura do core - é um cinturão de força, um conjunto de músculos abdominais e dorsais que, juntamente aos do quadril, formam o núcleo do corpo. A estrutura também é responsável pela manutenção da postura e proteção da coluna contra impactos e sobrecargas.

10. Você ganha mais agilidade
A variedade de movimentos sobre o mini-trampolim (correr, saltar, descer) melhora a coordenação motora.

Aprenda a se exercitar sem sair do lugar

Caminhada: realize como se fosse uma marcha, é feito com a ponta do pés sempre em contato com a lona e há uma pequena flexão do joelho.
Corrida: o movimento é de subida e descida sempre com um pé na lona e depois o outro. O joelho forma um ângulo de 45 graus entre a coxa e a perna.
Corrida com elevação de joelho: nesse exercício, o joelho sobe até a altura da linha do quadril, formando um ângulo de 90 graus entre a coxa e a perna. 

Sprint: corrida de intensidade forte com pique acelerado.
Polichinelo: como na brincadeira, você vai abrir e fechar as pernas ao mesmo tempo.
Polisapato ou tesoura: variações do polichinelo com movimentação alternada das pernas para frente e para trás.
Elevação de joelho para a lateral: lembra o movimento de aquecimento feito por jogadores de futebol. Com o tronco fixo, eleva-se o joelho direito na altura do quadril em direção a mão esquerda e vice-versa.
Laterais: é o mesmo movimento do canguru só que para os lados. Com os dois pés juntos, pule em direção as laterais da cama elástica.

Cuidados para o treino em casa
- Consulte um médico para ter certeza que está preparado fisicamente para fazer a atividade;
- Vista-se apropriadamente, com roupas e tênis confortáveis;
- Nunca desça do mini-trampolim pela parte da frente. As pernas podem ficar bambas e o risco de cair e se machucar é maior. Desça pela parte de trás;
- Quando estiver fazendo os exercícios, concentre a força para os movimentos no centro da cama elástica para não correr o risco de atingir as costuras e molas do aparelho.

 

FONTE: http://www.minhavida.com.br/

 

714786n0kfdkpy1v

Bebida láctea não é iogurte

Conheça as características nutricionais e químicas de produtos que parecem iguais, mas não são.

Iogurte e Leite Fermentado

Além da composição química – quantidade de gordura, proteína e etc. –, são as bactérias usadas na fermentação que definem cada produto. Nos iogurtes, são duas: Streptococcus thermophilus eLactobacillus bulgaricus. Já os leites fermentados são produzidos por outros micro-organismos, comoLactobacillus casei e Bifidobacterium animalis. Os leites fermentados e os iogurtes com bactérias probióticas, geralmente, trazem no rótulo o nome do micro-organismo usado na fermentação.

Dica:
iogurtes e leites fermentados são boas fontes de proteína e cálcio. Muitos contêm bactérias probióticas, que fazem bem ao nosso organismo. Prefira desnatados ou semidesnatados.

Bebida Láctea

É a mistura do leite com seu soro, na qual alguns fabricantes adicionam outros produtos ou substâncias alimentícias. Pode ser fermentada ou não e esta informação deve constar na denominação de venda do produto. São vendidas em garrafas plásticas, saquinhos ou embalagens cartonadas (Tetra Pak).

Dica
: tem menor valor nutritivo e é mais líquida (menos viscosa), já que não é feita apenas de leite.  

Petit Suisse

Queijo de origem francesa que parece um iogurte devido à embalagem e à consistência. É produzido a partir da coagulação do leite através de bactérias, enzimas ou coalho e pode receber aromatizantes e corantes.

Dica:
esses produtos são voltados a crianças, mas, ainda assim, têm alto percentual de açúcar. Portanto, fique atento à quantidade que seu filho vem consumindo.   

Sobremesa láctea

É basicamente constituída por leite, amido, açúcar, ovos, polpas de frutas ou chocolate e geleificantes ou espessantes, que lhe provêm uma consistência quase  sólida, e outros aditivos.

Dica:
evite consumi-los com regularidade em função de suas altas quantidades de açúcar e gordura.

Fonte: http://www.proteste.org.br

3138596xiqatp4zam

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Proteína não é só carne

 

Vegetarianos convictos ou quem não aprecia carnes em geral precisam ficar de olho no consumo de proteínas. Confira aqui quais são os alimentos vegetais ricos nesse nutriente para inserí-los em seu cardápio. Os valores se referem a porções de 100 g



 

dos hipertensos sabe que é portador da doença. No Brasil, um levantamento feito pelo Ministério da Saúde aponta que 23,3% dos adultos sofriam de pressão alta em 2010

 

Troca esperta

É possível escolher uma alternativa mais saudável do que o requeijão

Requeijão cremoso
Mais que o alto valor calórico dele (cada colher de sopa da versão tradicional tem 54 calorias), há conservantes e aromatizantes, que, em excesso, podem causar muitas doenças associadas a maus comportamentos alimentares.
Ricota temperada 
A cada 500 g desse queijo, coloque duas colheres (sopa) de pimenta dedo-de-moça, uma colher (sobremesa) de alho, duas colheres (sopa) de cheiro-verde e sal a gosto. Sementes de linhaça ou chia enriquecem a receita com ômega-3.

Fontes: Tabelas Brasileiras de Composição de Alimentos (Unicamp e USP); Tabela de Calorias dos Alimentos (Unesp) e Tabela do Serviço de Pesquisas Agrícolas (ARS ) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA ); Mara Silvia Marconatto, nutricionista (Universidade de Marília-SP); Ministério da Saúde.

 

De olho nos alimentos

Higiene da geladeira
A maioria das doenças transmitidas por meio de alimentos, como infecções e intoxicações, acontece em casa. Um dos perigos é a geladeira. A falta de higiene facilita o crescimento de bactérias e fungos e aumenta o risco de doenças. Limpá-la é simples: passe uma solução de água e detergente neutro. Use um pano embebido numa mistura com 2 colheres (sopa) de bicarbonato e 1 litro de água morna ou uma solução de vinagre dissolvido em água (meio a meio), pois retira manchas e não deixa cheiro; evite produtos abrasivos e esponjas de aço: eles arranham as paredes e facilitam o alojamento das bactérias e fungos.

Cláudio Lima apresenta o quadro Mais Saúde na TV Verdes Mares (Globo /CE)

 

 

 


5 dicas para desintoxicar

1. Os benefícios? "Eliminar toxinas que causam obesidade, insônia, dores, muco (rinite e sinusite), depressão, estresse, flatulências, intestino preso e problemas no estômago", enumera Cris Ayres, do Ayurveda do Espaço Nirvana, (Rio de Janeiro). 
2. O plano detox deve ser orientado por um especialista e pode durar sete dias. 
3. Nada de fazer um dia de dieta e achar que vai ficar tudo bem depois. O corpo precisa de uma correção maior para eliminar todos os desconfortos e todas as desarmonias", destaca a especialista Cris Ayres. 
4. Exercícios que exigem muito do corpo, como os aeróbicos, devem ser evitados durante a semana do detox. A terapeuta recomenda: "O melhor é a ioga, que trabalha muito bem com a Ayurveda, pois são práticas irmãs e se complementam". Tá esperando o que para provar? 
5. Beba um copo de 100 ml de água morna com gotas de limão. Após 10 minutos, ingira duas colheres de chá de óleo de coco extra-virgem. Faça um bochecho com chá de cardamomo, limão e uma pitada de sal.

( A atenção dos pais ajuda no controle dos hábitos nutricionais dos filhos na fase escolar. "O ideal é optar por uma alimentação mais natural, rica em frutas, verduras e legumes", afirma o cardiologista Allyson Nakamoto, do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo )

 

Propaganda leguminosa

Tudo bem que a intenção da chef Maria Lia, autora do livroA Moderna Cozinha Vegetariana - Aventuras Culinárias para o Paladar Contemporâneo (Ed. Marco Zero), não é fazer que todos se tornem vegetarianos. Mas com tantas receitas sedutoras para se executar usando ingredientes vegetais, é o estímulo para que alguns costumes mudem, reduzindo o consumo de carne no dia a dia. R$ 76,90





 

FONTE: http://revistavivasaude.uol.com.br/


Consumo de poucas calorias pode não ajudar na perda de peso

 

Dieta que prevê baixos níveis de açúcares tem bom desempenho sem prejudicar a saúde, aponta estudo

Consumo de poucas calorias pode não ajudar na perda de peso Ronaldo Bernardi/Agencia RBS

A dieta de nível de açúcares é mais fácil de manter, já que não elimina grupos inteiros de alimentos

Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

A dieta que apresenta melhor desempenho para o emagrecimento foi a de baixo consumo de carboidratos, mas alto nível de gorduras, conforme uma pesquisa divulgada em junho pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Muitas pessoas que perdem peso têm dificuldade em não recuperá-lo depois que a dieta acaba. Isso acontece, frequentemente, pela baixa motivação e comprometimento com a dieta e exercícios. Para piorar, o baixo consumo de calorias também torna mais difícil a queima das mesmas.

Portanto, uma equipe de pesquisadores coordenada pelos médicos Cara Ebbeling e David Ludwig avaliou os efeitos de diferentes dietas para a queima de calorias. A pesquisa foi feita com 21 adultos, entre 18 e 40 anos, que já haviam perdido peso inicialmente. Depois disso, três tipos diferentes de dieta foram aplicadas durante quatro semanas, respectivamente.

Os cardápios tinham o mesmo número calórico, mas variavam as proporções de carboidratos, gorduras e proteínas. A de baixa gordura era composta por 60% de carboidratos, 20% de gorduras e 20% de proteínas. A de baixo teor de açúcares previa a dieta de 40% de carboidratos, 40% de gorduras e 20% de proteínas. E a de nível muito baixo de carboidratos consumiria 10% de carboidratos, 60% de gorduras e 30% de proteínas.

A pesquisa apontou que os participantes queimaram o maior número de calorias durante a dieta que previa o consumo muito baixo de carboidratos. No entanto, notou-se também o aumento de fatores de risco para diabéticos e pessoas com risco cardíaco, além do aumento do cortisol, hormônio responsável pelo estresse. Já o baixo consumo de açúcares apresentou um resultado similar, porém sem comprometer a saúde.

— Além de não criar riscos para a saúde, a dieta de nível de açúcares é mais fácil de manter, já que não elimina grupos inteiros de alimentos — explica Cara.

Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/variedades/vida-e-saude

 

2045870t1jaltfhat

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Fome noturna: o que comer antes de dormir

 

Dormir de estômago vazio não é bom, mas se alimentar demais à noite também não é uma boa ideia. Veja o que comer e o que evitar antes de dormir para não prejudicar seu sono

comer-noite-engorda

 

À noite, evite alimentos muito gordurosos e condimentados e invista nas frutas, torradas e chás

 

Ir para a cama de estômago vazionão é um hábito saudável, já que ficamos por um longo período sem nos alimentar quando estamos dormindo. Segundo a nutricionista Regina Longano(SP), o mais indicado é que se faça uma refeição completa e leve no horário do jantar - entre as 20h e as 20h30 - e que antes de dormir seja ingerida uma porção de fruta in natura.

"Desta maneira, conseguimos manter sob controle os níveis decortisol, um hormônio relacionado ao estresse, e também os picos de insulina, pois ao permanecemos em intervalos grandes sem nos alimentar esses níveis apresentam-se descompensados", afirma a nutricionista.

Regina explica que com estes dois fatores controlados é possível prevenir as desordens relacionadas à glicemia durante o sono e atingir mais facilmente o que se chama de sono reparador, já que os fatores relacionados ao estressetambém são melhor administrados quando não dormimos com fome.

O que comer à noite?

No jantar, faça uma refeição leve na qual sejam encontradas fontes de proteína, lipídeos, carboidratos, fibras e fitoquímicos (vegetais), pois estas combinações garantirão o aporte diversificado de nutrientes.

Uma sopa é sempre bem vinda, mas quem preferir pode sim comer oarroz e feijão de cada dia, sem problemas. Já os lanches devem ser consumidos de forma bastante moderada, porque são fontes de boas calorias e apresentam déficit de nutrientes essenciais.

Antes de dormir, além das frutas, a nutricionista indica também chás naturais e torradas. "As frutas podem ainda ser acompanhadas decacau em pó, aveia ou cereais integrais. Tais alimentos são precursores de triptofano e fontes de melatonina, substâncias que estão diretamente envolvidas com o sono reparador", garante Regina Longano.

O que evitar antes de dormir?

Para não prejudicar o sono, grandes volumes de alimentos - principalmente os ricos em gordura e em condimentos - devem ser evitados a partir das 22h.

"Esses alimentos gordurosos e condimentados necessitam de maior tempo para serem digeridos. Quando deitamos para dormir nosso metabolismo se altera, retardando um processo digestivo adequado", explica Regina.

 

 

FONTE: Reportagem: Carla Festucci -  http://corpoacorpo.uol.com.br/

 

714786n0kfdkpy1v

terça-feira, 10 de julho de 2012

Conheça os doces que emagrecem e fazem bem à saúde

 

Existem doces que ajudam a emagrecer e estão liberados na dieta. Conheça-os e dê adeus aos quilos extras

Jujubas com colágeno

Jujubas de colágeno

As balas de colágeno têm apenas 41 calorias por porção
Foto: Danilo Borges

Sem adição de gorduras e açúcares, a bala de goma é feita à base de colágeno hidrolisado, um tipo de proteína que tem como função principal dar sustentação às células. Para deixar o docinho mais apetitoso e atrativo, são adicionados aromas de frutas e corantes de origem vegetal.
Por que emagrece?
Com baixo teor de calorias (são apenas 41 por unidade de 20 gramas), as balinhas desempenham no organismo um papel bem semelhante ao das fibras. “Ao chegar ao estômago, o colágeno absorve água, ocupando espaço e promovendo sensação de saciedade prolongada”, diz Luciana Carneiro. Assim, a pessoa tende a comer menos e fica mais fácil manter a silhueta. Simples e lógico!
Quanto consumir? De 3 a 4 unidades por dia.
Onde encontrar? As balas podem ser manipuladas (R$ 3 cada bala de 20 g) ou industrializas Beauty Candy (R$ 25 por 150 g.)

 

Chocolate emagrecedor

Chocolate light

Cada barrinha do chocolate emagrecedor custa em torno de R$ 1 e é
produzida por farmácias de manipulação
Foto: Danilo Borges

Chamado entre os especialistas de chocolate saciante ou emagrecedor, é feito com a versão meio amarga (50% a 70% de cacau) associada a um tipo de fitoterápico ou suplemento alimentar. São várias opções adaptadas para o objetivo de cada paciente.
Por que emagrece? "O picolinato de cromo complementa o cromo que não é ingerido na dieta e atua como moderador da ação da insulina que, quando desregulada, causa picos de fome e compulsão por doces”, ressalta Maurício Pupo, cosmetólogo e pesquisador de nutricosméticos (SP). Alternativas eficientes são os fitoterápicos como Ayslim, Garcinia e PholiaMagra. “Eles aceleram a queima de gordura e conferem saciedade”, ressalta Alessandra Pannozzo, nutricionista (SP). A barrinha tem apenas 40 calorias.
Quanto consumir? Até 3 barras (25 gramas) por dia.
Onde encontrar? Cada barrinha custa em torno de R$ 1 e é produzida por farmácias de manipulação

 

PholiaMagra

goma_pholia150Outra variação da goma tradicional, a bala de PholiaMagra (Ecalyculata Vell) é feita com o extrato concentrado da erva brasileira e gelatina. Mistura certeira quando o assunto é o controle do apetite e ataque às gordurinhas. Prova disso é o corpaço da apresentadora Sabrina Sato, do Pânico na TV, que aderiu à novidade.
Por que emagrece? "A PholiaMagra contém ativos com ação termogênica, que aceleram a queima de gorduras", diz Amilton Macedo, dermatologista e especialista em prática molecular, responsável pelas curvas de Sabrina. Além disso, a gelatina utilizada na formulação da bala contém bastante proteína, que proporciona sensação de saciedade imediata. A bala de 5 gramas possui apenas 3 calorias. isso que é bala levinha!
Quanto consumir? O ideal é comer uma bala antes do almoço e uma antes do jantar.
Onde encontrar? Em farmácias de manipulação. Os preços variam entre R$ 99 e R$ 120 (o pacote com 60 balas).

 

Bombom com semente de manga africana

bombom_koubo_400x400O formato lembra o de uma apetitosa trufa. Feito com chocolate light, diet, ao leite, amargo, meio amargo ou orgânico, o bombom possui um ingrediente especial: o extrato concentrado da semente  da manga africana (Irvingia gabonensis), batizado de Ayslim.
Por que emagrece? Se o seu problema é a fome constante, o docinho, que contém o composto leptina, pode fazer muito por você.  “Chamamos essa substância de hormônio antifome. É ele que sinaliza ao cérebro que não é mais necessário ingerir alimentos,  pois já há gordura suficiente no organismo. Além disso, o bombom estimula a queima do tecido gorduroso para a obtenção de energia”,
explica Luciana Carneiro, nutróloga (RJ). Cada bombom de 10 gramas soma em média 50 calorias, mas te ajuda a gastar outras!
Quanto consumir? Uma unidade, duas vezes ao dia.
Onde encontrar? Os bombons devem ser encomendados em farmácias de manipulação, ao preço médio de R$4 (unidade de 10 g)

 

Sorvete emagrecedor

hibiscus1O nome já é para lá de sugestivo: sorvete emagrecedor. Criado pelo Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento do Ipupo Consult (SP), tem como ingredientes principais três tipos de ervas: o chá branco, vermelho e verde. Mas não desanime: você escolhe o sabor e formato que quiser!Na forma de pó, o preparo é bem simples: basta adicionar água ou leite desnatado e levar ao congelador.
Por que emagrece? Para começar, ele é bem menos calórico que o tradicional (30 calorias por bola ou 60 por palito)!Além disso, o chá branco é rico em polifenóis e metilxantinas, responsáveis por auxiliar a quebra das células de gordura e facilitar sua eliminação. O vermelho tem ação desintoxicante e facilita a digestão e o chá verde, dá uma bela turbinada no metabolismo.“Se individualmente
essas ervas produzem muitos benefícios, imagine uma ação conjunta e combinada? É muito eficaz!”, afirma Mauricio Pupo.
Quanto consumir? O produto pode ser consumido à vontade.
Onde encontrar? Em farmácias de manipulação. O pacote para preparo custa R$ 150.

 

FONTE: http://corpoacorpo.uol.com.br

 

2058564errd0xn81z

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...